O que posso ou não comer à noite?

Hoje em dia, as pessoas estão cada vez mais preocupadas em ter um cardápio equilibrado e nutritivo, mas elas ainda têm muitas dúvidas em relação a isso. Uma das maiores questões sobre alimentação é o que se pode ou não comer à noite. Você também fica confuso na hora de fazer a última refeição do dia?

Muito se fala sobre o jantar, mas será que é tudo verdade ou que há mitos por trás dele? Pensando nisso, trouxemos este post, que visa a esclarecer, de uma vez por todas, quais são os alimentos permitidos e os que devem ser evitados ao anoitecer. Ficou curioso? Então, continue a leitura e confira!

Por que o jantar é importante?

Há certo tempo, surgiu um boato de que jantar favorece o ganho de peso, porém isso não é verdade. Essa refeição é tão importante quanto as outras e deve fazer parte do cardápio. O que acontece é que exagerar na alimentação nesse horário pode fazer com que você ultrapasse o número ideal de calorias para o dia e como, provavelmente, o corpo não gastará esse excesso, pode haver o acúmulo de gordura.

Entretanto, se o jantar estiver dentro dos valores nutricionais estipulados para o seu organismo, não há problema algum em comer à noite. Pelo contrário, consumir um prato equilibrado é capaz de oferecer, ao seu corpo, os nutrientes de que ele precisa para fazer as suas funções enquanto descansa, como reparar os tecidos, construir os músculos, produzir hormônios e células de defesa e outras.

O que comer no jantar?

Embora comer à noite esteja liberado e seja realmente importante, é preciso se preocupar com quais alimentos você consumirá. Lembre-se de que o organismo estará em repouso e funcionará em um ritmo mais lento. Sendo assim, quanto mais leve e nutritivo for o prato, melhor o seu corpo aproveitará os nutrientes, trabalhando tranquilamente. A seguir, confira algumas dicas:

  • os vegetais devem ter sua preferência e podem ser acompanhados de cereais integrais, como a quinoa;
  • os sanduíches com pães integrais são bem vindos, desde que contenham ingredientes frescos e de fácil digestão, como hambúrguer de grãos, folhosos e tofu;
  • arroz integral com leguminosas como ervilha, grão de bico, lentilha também estão liberados. Procure variar;
  • para quem é ovolactovegetariano, uma omelete com vegetais é uma ótima opção;
  • a tapioca com recheios leves, como queijo branco ou tofu, também é nutritiva;
  • panquecas com massas integrais, ou de aveia são bem saudáveis;
  • os caldos e cremes de legumes feitos com pouca gordura são ótimas alternativas;

O que não comer à noite?

Alguns alimentos devem ser evitados à noite, principalmente 2 horas antes de dormir. Esse é o horário que nosso metabolismo fica mais lento, assim nossa digestão deve ser facilitada para não prejudicar o sono e o descanso. Fuja das frituras, doces, salgadinhos, biscoitos recheados, macarrão instantâneo e outras massas com farinhas refinadas.

Há outro boato de que se deve evitar os carboidratos à noite, mas, voltando ao equilíbrio nutricional, se a quantidade estiver dentro do valor diário, não há problemas. Entretanto, é interessante sempre buscar por versões saudáveis e integrais.

O que comer à noite é uma das dúvidas mais comuns. O ideal é apostar em refeições leves e evitar comidas de digestão pesada e o exagero na quantidade. Para ajudá-lo na missão de ter um jantar saudável, aposte nos pratos da Bálsamo Congelados Saudáveis, que são nutritivos, equilibrados e feitos com ingredientes 100% naturais.

Ficou interessado em saber mais sobre os produtos da Bálsamo Congelados Saudáveis? Entre em contato conosco agora mesmo, tire suas dúvidas e faça o seu pedido!

Quanto mais natural, melhor.

Chega de ultraprocessados, realçadores de sabor e de listas de ingredientes impossíveis de entender. As nossas
refeições não tem corantes ou conservantes artificiais, e cada ingrediente é comida de verdade.