Dietas da moda e suas consequências: veja 4 riscos

Muitas vezes, na ansiedade de atingir o peso ideal, as pessoas recorrem a uma alimentação restritiva. Em um primeiro momento, ela pode até funcionar, porém não é saudável. Pensando nisso, você sabe quais são as dietas da moda e suas consequências?

Emagrecer com saúde deve ser sempre a prioridade. Caso contrário, de que adianta ter o corpo que deseja sem ter disposição e bem-estar, não é mesmo? Neste post, falamos sobre os riscos que as pessoas correm ao aderir a um plano alimentar sem prescrição de um nutricionista. As dietas da moda podem trazer mais malefícios do que você imagina. Continue a leitura e veja!

1. Transtornos alimentares

Os transtornos ou distúrbios alimentares se caracterizam por padrões de comportamento em relação à alimentação que afetam a saúde física e mental da pessoa. As dietas restritivas, por exemplo, podem ser um gatilho para a compulsão alimentar, que é quando o indivíduo consome grande quantidade de comida (geralmente calórica) em pouco tempo.

O arrependimento de ter comido tanto pode vir depois, e a pessoa acaba tomando medidas drásticas para recompensar a ingestão demasiada. É aí que pode surgir a bulimia — um transtorno em que a pessoa induz o vômito logo após comer ou toma laxantes.

Os transtornos alimentares são problemas sérios e devem ser tratados o quanto antes com a ajuda de uma equipe multidisciplinar, que inclui médico, nutricionista e psicólogo.

2. Efeito sanfona

O efeito sanfona é aquele eterno engorda-emagrece-engorda. As dietas da moda são pouco aderentes, ou seja, é difícil mantê-las em longo prazo. Então, a pessoa consegue até emagrecer, mas não consegue manter por muito tempo, engordando tudo de novo.

Além de não fazer bem para a mente, pois nos deixa com sensação de incapacidade e pode ser mais um gatilho para os transtornos alimentares, não é bom para o corpo. Essa variação de peso diminui o ritmo do metabolismo e, consequentemente, fica cada vez mais difícil emagrecer.

3. Deficiência de nutrientes

Para manter um corpo saudável, é imprescindível que a alimentação contenha todos os nutrientes. Assim, o organismo tem tudo de que precisa para funcionar corretamente. Muitas dietas da moda restringem grupos alimentares ou muitos tipos de alimentos.

Dessa maneira, há uma deficiência de nutrientes que pode resultar em queda de cabelo, enfraquecimento das unhas e ressecamento da pele em curto prazo. Já ao longo do tempo, o organismo não consegue desempenhar mais as suas funções, deixando-nos desnutridos. Os primeiros sintomas são a falta de disposição e a fraqueza.

4. Perda da massa muscular

A massa muscular é importantíssima. É ela quem vai dar a sustentação ao corpo e executar os movimentos, entre outras funções. Ter uma boa quantidade de massa muscular é fundamental para ter um corpo mais funcional e evitar a flacidez.

As dietas da moda, que restringem nutrientes ou que contêm pouquíssimas calorias, fazem com que o organismo consuma o estoque de energia, que é a gordura corporal. No entanto, como o corpo entende que é uma questão de sobrevivência, acaba consumindo também a massa muscular, pois as proteínas existentes nela também podem se converter em energia.

Como vimos, as dietas da moda e suas consequências podem trazer muitos prejuízos à saúde. Por isso, a reeducação alimentar, acompanhada de um nutricionista, é a melhor solução para quem deseja um emagrecimento saudável e duradouro.

Por falar em nutricionista, você sabe qual é a importância do papel desse profissional na sociedade? Aproveite que está por aqui e leia o nosso post que fala sobre o assunto.

Quanto mais natural, melhor.

Chega de ultraprocessados, realçadores de sabor e de listas de ingredientes impossíveis de entender. As nossas
refeições não tem corantes ou conservantes artificiais, e cada ingrediente é comida de verdade.