Veja como PREVENIR doenças crônicas não transmissíveis em 5 passos

como evitar doenças crônicas não transmissíveis

Já dizia o velho ditado: “é melhor prevenir do que remediar”. Considerando que mais da metade das mortes por problemas de saúde no país têm a ver com enfermidades que poderiam ser prevenidas, essa frase vem a calhar. Pensando nisso, você sabe como evitar as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT)?

Essas condições têm causas múltiplas e estão diretamente relacionadas ao estilo de vida. Por esse motivo é que devemos nos preocupar com os nossos hábitos a fim de evitá-las.

Neste post, falamos um pouco mais sobre o que são essas doenças e trouxemos algumas dicas para que você fique por dentro de como preveni-las. Ficou interessado? Então vamos lá!

O que são doenças crônicas não transmissíveis?

Embora a maioria das pessoas não conheça por esse nome, com certeza já ouviu falar em pelo menos uma das doenças crônicas não transmissíveis. Nesse grupo, estão a diabetes, obesidade, as enfermidades cardiovasculares, os vários tipos de câncer e as doenças respiratórias crônicas. As reconheceu?

Pois bem, esse conjunto de problemas é responsável por muitas mortes de pessoas entre 30 e 69 anos no Brasil. Elas são causadas, principalmente, por maus hábitos de vida. A má alimentação, o tabagismo, o alcoolismo e o sedentarismo são os 4 fatores em comum que contribuem para o surgimento dessas condições.

As doenças crônicas não transmissíveis se caracterizam pelo seu silêncio, já que o início é gradual e os sintomas só aparecem depois que o organismo já está prejudicado de alguma maneira. Além da alta mortalidade, elas comprometem, e muito, o bem-estar e a qualidade de vida de seus portadores.

Afinal, como evitar doenças crônicas não transmissíveis?

Agora que você já sabe exatamente o que são as doenças crônicas não transmissíveis, que tal aprender a evitá-las? Sabemos que a prevenção é a melhor forma de se manter longe desses problemas, pois os tratamentos são caros, perduram por anos e afetam o dia a dia do paciente e dos familiares. Portanto, preste atenção nas 5 dicas que daremos a seguir.

1. Mantenha uma alimentação saudável

A alimentação é a chave do sucesso para ter mais saúde. Se ela é equilibrada, variada e rica em alimentos saudáveis, é capaz de prevenir e tratar inúmeras doenças, incluindo as crônicas não transmissíveis. Se alimentar bem não é apenas questão estética, de ter um peso adequado ou um corpo bonito — é fundamental para manter o organismo funcionando corretamente.

Os nutrientes contidos nos alimentos são como antídotos para diversos agentes agressores. Um bom exemplo são os antioxidantes, presentes principalmente nos vegetais. Eles atuam combatendo os radicais livres, que são causadores do envelhecimento precoce. Assim como essas substâncias, existem outras tão benéficas quanto e que são adquiridas por meio de um cardápio adequado.

Em contrapartida, existem alimentos que só trazem prejuízos à saúde e nenhuma vantagem. Eles são considerados calorias vazias. São produtos cheios de gorduras e/ou açúcares, além de aditivos químicos. Alguns deles são: fast foods, refrigerantes, doces, biscoitos, bolos prontos, margarinas e tantos outros. Sendo assim, consuma-os esporadicamente, mas, se puder, passe longe deles!

2. Evite o sal e o açúcar

Devemos chamar atenção para o consumo de sal e açúcar. O sódio é um mineral importante para o corpo, porém o excesso é o grande causador da hipertensão arterial, que é uma das doenças crônicas não transmissíveis. Já a alta ingestão de açúcar é relacionada à diabetes, que por sua vez está por trás de diversos outros problemas, como perda da visão e danos renais.

Dessa maneira, evite as fontes de sal e açúcar, como os industrializados, os doces, o açúcar refinado e os embutidos. Dê preferência aos temperos naturais, como cebola, ervas e especiarias, e adoçantes naturais, como açúcar mascavo, o xylitol e a estévia. Além de não causar danos à saúde, você reeduca o seu paladar e sente o verdadeiro sabor dos alimentos.

3. Pratique atividades físicas regularmente

A prática regular de atividades físicas é primordial para evitar as doenças crônicas não transmissíveis. O nosso corpo foi feito para estar em movimento. Ele responde ao exercício trabalhando melhor, sendo mais funcional e resistente.

Entre os diversos benefícios das atividades físicas estão os que atuam diretamente na prevenção das DCNT, como o fortalecimento do sistema cardiovascular, o controle do açúcar no sangue e a manutenção do peso corporal saudável.

Tudo isso é capaz de reduzir as chances de desenvolver obesidade, diabetes, hipertensão, colesterol alto, câncer, entre outras enfermidades correlacionadas. Portanto, pratique regularmente alguma modalidade, que pode ser dança, caminhada, hidroginástica, musculação, esportes, enfim, o que você melhor se identificar, que tal?

4. Abandone os maus hábitos

Para evitar as doenças crônicas não transmissíveis, não basta apenas comer corretamente e se exercitar. É preciso também abandonar os maus hábitos, como fumar e consumir álcool em excesso. O tabaco é causador de mais de 90% dos casos de câncer de pulmão, além de doenças respiratórias crônicas, e é fator de risco para derrames e infartos fatais.

Já o abuso de bebidas alcoólicas está ligado à arritmia cardíaca, aumento da pressão arterial (hipertensão), risco de derrame cerebral — por conta de seu efeito anticoagulante — e câncer, além de outros problemas cardiovasculares e hepáticos. Dessa forma, a melhor maneira de evitar todos esses problemas é adotar bons hábitos e abandonar os ruins.

5. Exercite o autoconhecimento

É preciso exercitar o autoconhecimento. Ninguém é melhor que nós mesmos para saber quando há algo de errado com nossa saúde. Procure sempre escutar o que o seu corpo diz, pois é importante ter essa consciência de identificar as alterações no organismo. Isso faz parte do autocuidado. Não podemos deixar toda a responsabilidade do nosso bem-estar apenas nas mãos dos profissionais.

A partir daí, fica mais fácil entender quando algo de errado está acontecendo com o nosso corpo e procurar a ajuda profissional para ter o diagnóstico e as orientações necessárias. As doenças crônicas não transmissíveis são silenciosas, por isso, é necessário estar atento e cuidar da saúde antes que se tornem problemas ainda maiores.

Viu como evitar doenças crônicas não transmissíveis é mais fácil do que você imaginava? Embora elas sejam preocupantes por conta de sua mortalidade, podem ser prevenidas com a adoção de bons hábitos. O estilo de vida saudável é a melhor maneira de ficar longe desses e de tantos outros problemas de saúde.

Você já segue uma alimentação equilibrada ou está a fim de adotar uma? Aproveite que está por aqui e descubra 4 tipos de regimes alimentares!

Quanto mais natural, melhor.

Chega de ultraprocessados, realçadores de sabor e de listas de ingredientes impossíveis de entender. As nossas
refeições não tem corantes ou conservantes artificiais, e cada ingrediente é comida de verdade.