Campanha segunda sem carne: saiba os benefícios dessa iniciativa

Cada vez mais pessoas tomam consciência de que uma alimentação vegetariana faz bem, não somente para a saúde, mas também para o planeta. Para incentivar quem ainda não aderiu ao cardápio baseado em vegetais é que surgiu a campanha “Segunda Sem Carne”. Você sabe do que ela trata?

Relançado em 2009 pelo ex-Beatle Paul McCartney, o movimento, que começou em 2003, ganha força e já atinge mais de 40 países. No Brasil, a campanha é uma das maiores do mundo. Isso graças ao apoio das personalidades e de grandes empresas.

Quer saber mais sobre o assunto e como aderir à “Segunda Sem Carne”? Então continue a leitura, pois, neste post, contamos tudo o que você precisa saber. Acompanhe!

Como funciona a campanha “Segunda Sem Carne”?

A ideia principal da campanha “Segunda Sem Carne” é conscientizar o público de que é possível ter uma alimentação balanceada e saborosa sem o uso de produtos de origem animal. Muita gente ainda está preso ao conceito de que esse tipo proteína é insubstituível, tanto em nutrição quanto em sabor, mas isso não é verdade.

E como funciona o movimento? Ele sugere que todas as refeições das segundas-feiras sejam feitas sem qualquer tipo de carne. Além das frutas, verduras, legumes, cereais etc, pode-se utilizar as proteínas vegetais e as vindas de ovos, leite e derivados.

Quais os benefícios de aderir ao movimento?

Os benefícios de aderir à campanha são muitos. Ao reduzir o consumo de carne, o nosso corpo agradece e o meio ambiente também. Veja os impactos positivos da “Segunda Sem Carne”.

Para a saúde

Ao elaborar um cardápio livre de carne, você passa a descobrir novos sabores em alimentos tão nutritivos quanto. É uma maneira de abrir a mente para as infinitas possibilidades de refeições saborosas baseadas em vegetais.

O vegetarianismo é uma dieta que reduz as inflamações do organismo responsáveis por uma série de doenças como diabetes, hipertensão, obesidade, câncer. Sendo assim, mesmo que não o adote por completo, diminuir a ingestão de carne já é de grande ajuda para a saúde.

Para o planeta

Você sabia que a pecuária é uma das grandes causadoras de impactos negativos no meio ambiente? A criação de gado para o abate empobrece o solo, causa desmatamento para o pasto, consome muita água e ainda emite gases de efeito estufa na atmosfera. Por essa razão, quanto mais pessoas aderirem ao movimento, menos produção de carne será necessário, reduzindo significativamente essa depredação do planeta.

Quais alimentos substituem a proteína animal?

Gostou da ideia de aderir à campanha “Segunda Sem Carne”, mas não sabe como pode substituir a proteína animal nos seus pratos? Então, confira, a seguir, uma lista de alimentos que podem fazer parte das suas receitas:

  • hortaliças verde escuras;
  • leguminosas como feijão, ervilha, grão-de-bico;
  • cogumelos;
  • linhaça, chia, quinoa;
  • castanhas como amêndoas, castanha do pará ou caju;
  • tempeh e tofu;
  • semente de girassol, gergelim, aveia.

Ao aderir à campanha “Segunda Sem Carne”, contribuímos para a preservação do meio ambiente e para a nossa boa saúde. Além do mais, é uma maneira de descobrir novos sabores e possibilidades de alimentação saudável e gostosa.

Quer entender a relação entre dieta e sustentabilidade? Aproveite que está por aqui e leia o nosso post que fala sobre o assunto!

Quanto mais natural, melhor.

Chega de ultraprocessados, realçadores de sabor e de listas de ingredientes impossíveis de entender. As nossas
refeições não tem corantes ou conservantes artificiais, e cada ingrediente é comida de verdade.