5 dicas para manter a saúde infantil na Pandemia

Desde março de 2020 que muitas famílias viram suas rotinas virarem de pernas para o ar. Ninguém imaginava que seria tão grande o desafio de cuidar do bem-estar das crianças, afastadas da escola e do convívio social por tanto tempo.

Cuidar da saúde é fundamental, mas durante a Pandemia, como incentivar as crianças a manter bons hábitos mesmo passando o dia todo dentro de casa? A limitação da liberdade de ir e vir, a necessidade de permanecer distante de parentes e de amigos próximos impõe mudanças na rotina. O conflito é balancear mais tempo ocioso, mais tempo na frente das telas e menos diversão e lazer com ansiedade, irritabilidade, medo e tristeza. Tanta instabilidade emocional acaba gerando também distúrbios alimentares que podem variar da compulsão à perda do apetite.

Educadores e psicólogos alertam para que os pais fiquem mais atentos aos sinais das crianças, que nem sempre conseguem verbalizar suas emoções. Medo de dormir, insônia, pesadelos, agressividade excessiva, apatia e falta de ânimo exagerados podem ser indicativos importantes para que os pais intervenham.

Segundo especialistas, o sucesso para driblar os efeitos do isolamento em família com as crianças é manter uma rotina e conduzir atividades que estimulem a interatividade. Então anote aí algumas dicas:

O que pode estimular uma rotina saudável?

1) Praticar exercícios fisicos – mexer o corpo é importante para diminuir o estresse. Por isso, para quem mora em casas com jardim, jogar bola, brincar de pique e pega é uma ótima opção. Para quem mora em apartamento a dica é pular corda ou brincar de amarelinha. E para as crianças muito hiperativas brinque de meditar ou fazer Ioga.

2) Estimular a criatividade – as crianças precisam sonhar e para isso nada melhor que um momento de leitura em família. Brincadeiras como Quebra cabeças e palavras cruzadas também desenvolvem habilidades e são ótimos passatempos.

3) Ser modelo de positividade – De nada adianta impôr rotinas e atividades saudáveis para as crianças se você vive irritado, fica isolado no seu quarto vendo televisão ou fica horas no celular. Os pais precisam ser os modelos positivos para que os filhos entendam que o caminho do bem-estar é verdadeiramente possível. Não precisamos fingir que os problemas não existem, mas podemos manter conversas abertas que criam momentos de afeto e acolhimento. É isso que os pequenos precisam para se sentir seguros.

4) Manter alimentação saudável – Envolver as crianças no preparo das refeições é uma excelente oportunidade de incentivá-las a comer alimentos mais saudáveis e nutritivos. Além disso, a memória afetiva que esses momentos criam, contribuem para diminuir a ansiedade e equilibrar a saúde emocional. Comer bem é muito importante para fortalecer o sistema imunológico , além de diminuir o risco de obesidade infantil.

5) Ter hora certa para dormir – Uma boa noite de sono é um bálsamo para combater o estresse, a irritabilidade e a ansiedade. Por isso, criar uma rotina também para dormir é uma estratégia muito saudável. Procure diminuir os estímulos sonoros e visuais no quarto das crianças, isso aumenta a tranquilidade e facilita a condução do sono. Se seu filho tem medo na hora de dormir, escolha uma boa história para ler com ele!

Quanto mais natural, melhor.

Chega de ultraprocessados, realçadores de sabor e de listas de ingredientes impossíveis de entender. As nossas
refeições não tem corantes ou conservantes artificiais, e cada ingrediente é comida de verdade.