A saúde em pauta

Há quase dois anos enfrentamos uma pandemia que mudou radicalmente a rotina das pessoas no mundo, e ainda não tem data para acabar. Os anos de 2020 e 2021 foram marcados por incertezas, crises e muitos ensinamentos.

Aprendemos nesse período a conviver com o isolamento social, tivemos que aceitar nossa falta de controle sobre as coisas, a lidar com a angústia e a ansiedade, superar perdas e, contudo, encontrar motivação e sentido para a vida, não é mesmo? Por isso, cuidar da saúde e do bem-estar se tornou uma das principais promessas do ano novo. Uma condição fundamental para se manter em equilíbrio e encontrar espaço para sonhar e fazer novos planos.

Então, como incluir hábitos saudáveis em 2022 para continuarmos positivos e com disposição suficiente para seguirmos firmes e fortes, cada um em sua missão? Sem pílula mágica e nenhuma imensa inovação, o que a gente propõe são algumas dicas para você anotar na agenda e servir de guia para um ano com mais harmonia!

Dicas saudáveis

1) Vacina – Um pacto Social

Para começar a brincadeira, se não está bom para todos não vai ficar bom para você e vice versa. A pandemia só vai acabar no dia em que todos estiverem imunizados. Se ainda não está com seu esquema vacinal completo, não perca mais tempo! Já está largamente comprovado que essa é a forma mais eficaz para nos proteger do coronavírus e suas variantes. Estar com a vacina em dia vai te permitir colocar seus planos em prática com segurança.

2) Alimentação Natural – Saúde a gente constrói todo dia

Já ouviu falar que “saco vazio não para em pé”? O ditado é velho, porém continua valendo. Se alimentar bem é o primeiro passo para ter um corpo sadio e forte. E a nutrição bem feita é aquela que garante, principalmente, que seu organismo esteja recebendo todos os nutrientes que ele precisa. Para ser uma alimentação saudável, é preciso pensar em variedade, equilíbrio, quantidade e na segurança dos alimentos que estão sendo ingeridos.

Não é novidade que a alimentação inadequada está relacionada com uma série de doenças como obesidade, hipertensão, diabetes e câncer. Então, na hora de escolher sua dieta, não abuse do sal, açúcar, gorduras e frituras. Monte seu prato colorido e com uma boa variedade de grãos integrais, verduras e legumes. Não abandone também as frutas e tenha sempre uma garrafa de água perto de você.

3) Exercícios Físicos – Mexer o corpo é fundamental

A atividade física promove uma série de benefícios para o corpo e mente. A Organização Mundial da Saúde recomenda 300 minutos de atividade semanal, e garante que quem se exercita regularmente pode ter uma qualidade de vida melhor na velhice.

Pode ter certeza, quanto mais você mexe seu corpo mais saúde vai estar cultivando. Combater o sedentarismo evita doenças crônicas, mantem o peso em equilíbrio, melhora a capacidade cognitiva, reduz os níveis de ansiedade e estresse e aumenta a auto- estima.

4) Equilíbrio Mental

Nunca foi tão importante abordar os transtornos da mente. A saúde mental do brasileiro piorou para 53% dos brasileiros durante o enfrentamento da Pandemia do Coronavírus.

Estudos da Fiocruz com outras seis universidades em meados do ano passado, dizia que “sentimentos frequentes de tristeza e depressão afetavam 40% da população adulta brasileira, e sensação frequente de ansiedade e nervosismo foi relatada por mais de 50% das pessoas”.

Encontrar o equilíbrio emocional em tempos adversos não é uma tarefa simples, mas pequenas mudanças podem ajudar muito. Um micro passo de vez, muda a perspectiva das conquistas. A idéia é ser paciente e generoso consigo mesmo.

Já falamos que manter uma alimentação saudável e atividades físicas frequentes são sábias escolhas que oxigenam a vida e alimentam a alma também. E para aumentar a sensação de harmonia no dia a dia, terapeutas recomendam a meditação. Dedicar 5 minutos para silenciar a mente e escutar o coração é um santo remédio. Outra dica valiosa é criar momentos prazerosos com pessoas queridas. Esse tempo compartilhado aumenta a satisfação, a sensação de felicidade, nos sentimos incluídos e trocando experiências de afeto.

5) Contato com a Natureza

A neurocientista Elisa Kozasa, do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo defende que o benefício é tão impactante que “passar mais tempo na natureza” se tornou prescrição médica em diversos países.

Provavelmente nenhuma situação na história recente enalteceu tanto a necessidade do contato com a natureza como a pandemia de Covid-19. Durante as restrições de circulação, moradores das cidades em especial encontraram em parques e jardins uma fonte de calma e alegria. Respirar ar puro, tomar sol, pisar na terra, olhar as árvores, ouvir o barulho da água, são sensações de bem-estar.

A mais recente evidência sobre o tema, publicada ano passado no The World Journal of Biological Psychiatry, mostrou que ficar mais tempo ao ar livre altera até mesmo a estrutura cerebral, aumentando a massa cinzenta no córtex pré-frontal, região envolvida no planejamento, na regulação das ações e no desempenho cognitivo. Uma constatação de que essas funções trabalham de modo mais adequado quando passamos mais tempo em ambientes arejados.

Como a Bálsamo pode ajudar?

Nossa missão é inspirar pessoas para a adoção de hábitos saudáveis de vida. Por isso, criamos uma linha com sucos naturais, refeições prontas e balanceadas, shakes e leites, caldos deliciosos e nutritivos. E agora você também pode adquirir porções individuais de proteínas ou acompanhamentos. Uma forma prática para você montar sua refeição como quiser ou complementar nossas dietas. Peça agora!

Este post foi útil? Quer ficar por dentro de tudo o que acontece por aqui? Então, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram!

Quanto mais natural, melhor.

Chega de ultraprocessados, realçadores de sabor e de listas de ingredientes impossíveis de entender. As nossas
refeições não tem corantes ou conservantes artificiais, e cada ingrediente é comida de verdade.